Um dos maiores desafios enfrentados atualmente pelas organizações diz respeito a sua capacidade de aprender, modelar e adaptar rapidamente suas estratégias às constantes e intensas mudanças no ambiente de negócios ao qual fazem parte.

A volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade do mundo VUCA, exige das organizações, segundo Bob Johansen, autor, consultor e membro do Institute for the Future do Silicon Valley, mais visão, clareza, transparência e agilidade para manterem-se saudáveis e competitivas.

A Strategic Inception é uma técnica que eu desenvolvi em parceria com a colega Mayra de Souza e propõe que as pessoas chave para o negócio (acionistas, investidores, líderes, gestores e convidados) façam, em conjunto, um resgate sobre a organização, seus valores e princípios, e definam e alinhem colaborativamente os temas, objetivos, prioridades e responsabilidades estratégicas, dentro de uma visão de sustentação (H1), melhoria e ampliação (H2) e inovação (H3) para os negócios.

Ciclo da Strategic Inception

Ainda que inicialmente a Strategic Inception tenha sido idealizada para resolver o problema da falta de alinhamento organizacional, realizamos diversos experimentos de aplicação da técnica com áreas de negócio isoladas, times e time, alcançando resultados surpreendentes, pois todos na organização precisam de uma estratégia, e esta, por sua vez, precisa estar alinhada com um estratégia corporativa maior.

Artefatos da Strategic Inception

Assim, a Strategic Inception surge como uma inovadora técnica para realizar o planejamento e alinhamento estratégico e desdobrá-lo nos níveis táticos e operacionais, de forma colaborativa, suportando e viabilizando a inspeção, adaptação e melhoria contínua.

Mais informações e download do e-book sobre a técnica, estão disponíveis no site: www.strategicinception.com.br